sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Equipamento vai flagrar motoristas drogados no trânsito gaúcho

Depois de passar quase cinco anos fechando o cerco a condutores embriagados, a campanha Balada Segura prepara uma frente de ação paralela em 2016. Os novos alvos serão motoristas que dirigem sob efeito de drogas. De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul (Detran-RS), o aparelho conhecido como "drogômetro" entrará em fase de testes a partir de março, fortalecendo a fiscalização no trânsito gaúcho. 
O equipamento, cujo nome oficial é salivômetro, detecta a presença de substâncias ilícitas com base em uma amostra de saliva. A coleta é feita por meio de uma espécie de canudo, que depois é inserido em outro aparelho parecido com uma máquina de cartão de crédito. Dentro do dispositivo, um cartucho com seis tiras de papel entra em contato com os reagentes, iniciando a análise. Em cinco minutos, o visor já mostra os resultados.

O exame identifica substâncias como cocaína, THC, benzodiazepínicos, opioides, anfetaminas e metanfetaminas. Outros tipos de drogas também podem ser detectadas, dependendo da necessidade do órgão fiscalizador.
—"Em breve, março ou abril, estaremos testando esse equipamento com o objetivo de tirar do trânsito pessoas que dirigem sob efeito de drogas, assim como já fazemos com motoristas alcoolizados", diz o chefe da Divisão de Fiscalização de Trânsito do Detran-RS, coordenador do Balada Segura, Jefferson Sperb.
A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) também devem contar com o aparelho em suas barreiras tradicionais.
"Ainda não estamos usando porque não foi liberado. Mas já está em em estágio avançado de estudos e provavelmente a gente consiga usar em breve. Acredito que, assim como os dados de embriaguez ao volante, os flagrantes também irão nos surpreender. Será muito bom para a fiscalização e para a sociedade", endossa Marcelo Soletti, diretor de operações da EPTC.
O que ainda está emperrando os testes científicos do "drogômetro" é a avaliação do Conselho de Ética do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, instituição que está à frente dos estudos do equipamento. A tendência é de que o uso seja liberado na semana que vem. De acordo com o Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas (CPAD) do hospital, o número de aparelhos que serão utilizados ainda não está definido.
Apesar da expectativa de ser colocado em fase de testes a partir de março, o "drogômetro" ainda não será usado como prova para autuar motoristas flagrados dirigindo sob efeito de drogas porque não há homologação oficial no Conselho Nacional de Trânsito (Contran). A fiscalização baseada em outros indícios que não o resultado do teste com o equipamento, no entanto, já é permitida, pois o artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) prevê pena de seis meses a três anos de detenção, multa, suspensão ou proibição do direito de dirigir a quem conduzir veículos sob efeito de "substância psicoativa que determine dependência".
—"Esses testes vão ajudar a referendar a homologação pelo Denatran e Contran e servirão para mostrar se o aparelho tem condições realmente de ser usado. Já testamos há dois anos, e ele realmente funciona, mas, agora, fazer um teste científico é importantíssimo", analisa o chefe da comunicação social da PRF, Alessandro Castro.
Recusas ao bafômetro aumentam 48,1% em 2015
O Detran-RS fechou nesta semana os dados do Balada Segura de 2015. O indicador que mais aumentou, em relação ao bafômetro, foi o de recusas ao teste. A alta foi de 48,1% no ano passado, passando de 51.077 para 75.689 o número de condutores que rejeitaram o exame na abordagem da fiscalização.
"Acredito que houve uma conscientização de um público mais jovem, que vai dos 20 aos 30 anos. Já o pessoal com a faixa etária acima disso me parece que ainda arrisca mais. O que tem nos preocupado bastante é o aumento de recusas ao teste", analisa Soletti.
Os flagrantes de pessoas que aceitaram fazer o teste e foram flagradas dirigindo sob efeito de álcool também cresceram. Em um ano, o número de motoristas flagrados em infração de trânsito - até 0,33 miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões - passou de 1.425 para 1.881. Os condutores enquadrados em crime de trânsito, acima do limite determinado, correspondem a 393, contra 275 no ano passado.
"Acredito que o Rio Grande do Sul já entendeu o recado do Balada Segura. Em qualquer círculo de amizades, em qualquer bar, onde você imaginar, tem gente para falar sobre o assunto ou conhece alguém que já foi flagrado. Muita gente já se conscientizou", avalia o coordenador do Balada Segura, Jefferson Sperb.
Além da espera pelo novo equipamento, o "drogômetro", que será uma das principais novas frentes de ação do Detran gaúcho em 2016, o objetivo da autarquia estadual é ampliar as equipes de fiscalização em 30%, assim como ocorreu em 2015. A EPTC, por exemplo, diz que já dobrou o efetivo de plantão, que trabalha nas blitze.
"Com a equipe de plantão dobrada, nossa meta é passar a fazer blitze todos os dias e, às vezes, simultâneas, em locais diferentes. Não só à noite, mas em outros horários também", afirma Soletti.
O coordenador do Balada Segura no Detran também aposta no fortalecimento das ações em diferentes locais e horários, para confundir o motorista infrator.
"Estamos fazendo alterações de horários, começando mais cedo e mais tarde. Vamos alternar horários na praia, nas cidades. Será uma rotina do Balada Segura. Em dias de chuva também", reforça Sperb.
Atualmente, o Balada Segura está em 27 cidades gaúchas. Para esse ano, a intenção é aumentar ainda mais. Outra estratégia que será adotada pelo Detran gaúcho é o ataque aos canais que informam os locais das blitze.
"Temos um processo administrativo aberto para denunciar esses sites. Vamos nominá-los e denunciá-los para os órgãos competentes, solicitando que saiam do ar", garante Sperb.
Fonte:clicrbs.com.br
Mais informações »

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

ALERTA DE NOVOS TEMPORAIS

Um novo aviso emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta para a possibilidade de temporais, com ventos e chuvas fortes, no Rio Grande do Sul para quarta (03) e quinta-feira (04). As áreas com maior probabilidade de serem atingidas são: Sudoeste, Sudeste, Noroeste, Nordeste, Metropolitana e Centro do Estado.  

A chuva de até 100 milímetros ao longo do dia, associada a ventos que podem chegar até 100 quilômetros por hora, pode causar estragos consideráveis. É importante que os municípios se previnam fazendo uso de seus Planos de Contingência, priorizando as comunidades em áreas de risco.
Qualquer situação de anormalidade pode ser informada à Defesa Civil do RS, através do telefone de emergência 199. As equipes regionais estão de prontidão para prestar toda ajuda e suporte necessário.
Fonte:www.defesacivil.rs.gov.br
Mais informações »

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

D'ALESSANDRO SAI DO INTER

Após oito anos e meio em Porto Alegre, D’Alessandro está mesmo de saída do Inter. O clube gaúcho aceitou proposta do River Plate para emprestar o meia por uma temporada e convocou entrevista coletiva para às 16h no Beira-Rio. 
O presidente Vitorio Piffero fará o comunicado oficial, na sala de conferências do estádio. De acordo com o jornal Olé, D'Ale viajará já nesta quinta-feira para a argentina. 
Recentemente, Inter e D’Alessandro acertaram pendências financeiras, agravadas pela variação cambial e alta do dólar – já que o argentino recebe na moeda americana. Conforme apurado a dívida giraria na casa dos US$ 1, 5 milhões (cerca de R$ 6 milhões), com pagamento a ser realizado em 10 parcelas. 

Inter e D'Alessandro acertaram as pendências com base no valor do dólar na data na qual a dívida deveria ter sido paga. Por exemplo: se o clube devia "x" em dezembro de 2014, esse montante foi convertido para o montante da moeda americana na data.  
A transferência ao país natal representa ainda o retorno de D'Ale a sua casa. O gringo é fruto das categorias de base do River Plate e inicou sua carreira pelos "Millonarios", em 2000. O meia permaneceu em Nuñez durante quatro temporadas, e conquistou o Campeonato Argentino por três vezes, até se transferir ao Wolsfburg, da Alemanha. Na Argentina, o camisa 10 ainda defendeu o San Lorenzo, que também tentou sua contratação ao final de 2015, durante seis meses, antes de chegar ao Inter.
Fonte: GloboEsporte.com
Mais informações »

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Projeto de lei propõe aumento salarial do prefeito, secretários e vereadores

Dia 25 de janeiro de 2016 em sessão da câmara de vereadores de Camaquã apresentaram projeto de aumento salarial.
 Segundo o projeto de Lei Legislativo Nº 1 de 1º de fevereiro de 2016 aumenta os próprios salários dos parlamentares, prefeito, vice prefeito e secretários municipais.

Em 2012 quando o prefeito João C. Machado iniciou o mandato pela prefeitura de Camaquã recebia o salário de R$ 15.000,00 e através da proposta se aceita passará para R$ 17.829,60 e os vereadores que atualmente recebem R$ 6.000,00 passará para 7.500,00, aumento de 25%, o mesmo para os secretários municipais.
O projeto também garante alguns direitos que atualmente os vereadores não possuem, como gratificação natalina, férias e licença para tratamento de saúde.
Aumento esse que se aprovado passará a valer a partir de janeiro de 2017.
Mais informações »

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Carreta tomba e bloqueia BR-290 em Eldorado do Sul

Uma carreta bloqueia totalmente o trânsito na BR-290, em Eldorado do Sul, desde às 7h30 desta segunda-feira (18). O veículo se envolveu em um acidente com um Prisma e capotou no km 143. Três pessoas tiveram ferimentos leves.
A Polícia Rodoviária Federal está no local orientando motoristas para os desvios que estão sendo feitos por estradas vicinais, nas margens da rodovia. Não há previsão de liberação do trecho.

A rodovia é de pista simples e os motoristas enfrentam congestionamento nos dois sentidos. 
Fonte:gaucha.clicrbs.com.br
Mais informações »

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Campeonato praiano de Arambaré 2015/2016

No último final de semana, dias 09/10/01/2016 ocorreu mais rodada do 43º praiano de Arambaré, segue abaixo os resultados e tabela atualizados.

Sábado (09/01)

IFAEPA 1 X 2 CHESTER
E. VERMELHA 0 X 5 ARAMBARÉ

Domingo (10/01)

ATLÉTICO 1 X 0 G. QUEBRADA
SANTA RITA 1 X 0 NAVEGANTES
D. CARAMURU 1 X 0 UNIDOS


E pela primeira rodada do feminino:

Arsenal 0 x 2 Centenário



Mais informações »

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Prefeitura continua com turno único

Visando o controle orçamentário, contenção de despesas e considerando a Lei de Responsabilidade Fiscal e a necessidade de manter o funcionamento da máquina pública, o prefeito João Carlos Machado assinou na quinta-feira (31) o Decreto nº 19.062, que institui o turno único do dia 1º de janeiro a 29 de fevereiro. A medida está em vigor desde agosto.

Dessa forma fica estabelecido turno único de 06 (seis) horas diárias de trabalho aos servidores municipais, de segunda a sexta-feira, pelo período de 1º de janeiro a 29 de fevereiro de 2016, exceto para os serviços essenciais. O expediente nas Repartições Públicas Municipais passa a ser das 8h às 14h.
O atendimento externo no prédio Sede da Prefeitura passa a ser das 9h às 13h30min. O expediente da Secretaria dos Transportes e da Secretaria da Infraestrutura passa a ser das 7h às 13h.
O expediente da Secretaria da Saúde passa a ser das 7h30min às 13h30min, exceto os serviços essenciais que permanecerão com horário de atendimento integral. A Secretaria da Educação realizará turno único de 06 (seis) horas diárias de trabalho do dia 1º de janeiro a 10 de fevereiro, de segunda a sexta-feira, retomando ao horário de expediente normal, das 7h30min às 11h30min e das 13h30min às 17h30min, a partir de 11 de fevereiro de 2016, tendo em vista o início do ano letivo.

Relação de serviços essenciais:
 Atendimento aos portadores de necessidades especiais, realizados através das Salas de Recursos nas Escolas Municipais
Aterro Sanitário
Canil Municipal
Casas 24 horas da Secretaria Municipal de Trabalho e Desenvolvimento Social
Coleta seletiva dos resíduos domiciliares
Conselho Tutelar
Corpo de Bombeiros Municipal
Marcação de consultas na Secretaria Municipal da Saúde
Posto de abastecimento de combustível (galpão Santa Marta)
Regência de classe nas Escolas Municipais
Rodoviária Municipal
Serviço de ambulância
Serviço de Inspeção Municipal – SIM
Serviço de recolhimento de lixo na Zona Rural
Serviço de vigilância dos prédios públicos e praças
Serviços de sepultamento (Setor de Cemitérios)
Transporte de pacientes para atendimento médico pré-agendado
Transporte escolar
Unidades Básicas de Saúde

Fonte: camaqua.rs.gov.br
Foto: Mayara B. Farias
Mais informações »

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Por que o mar gaúcho é gelado, fica "chocolate" e tem repuxo?

Professor da UFRGS afirma que grande parte da culpa é do vento e da localização do Estado; entenda melhor

Aquele velho ditado que diz que "a grama do vizinho é mais verde" cai bem para os gaúchos em relação ao mar. Por mais bairrista que sejamos, quando chega o verão, milhares pegam a BR-101 e invadem as praias catarinenses. Muito dessa migração sazonal se deve à beleza e aos atrativos que não encontramos por aqui, mesmo com um litoral com mais de 600 quilômetros de extensão, que vai deTorres ao Chuí. 
Quem fica no Rio Grande do Sul, costuma reclamar da (baixa) temperatura da água, da sua cor (que rendeu o apelido de “chocolatão”) e do remelexo, devido à frequência e à força das ondas. 



Para explicar por que o nosso mar é dessa forma, ouvimos Ignácio Moreno, professor de Zoologia da UFRGS e diretor-substituto do Centro de Estudos Costeiros, Limnológicos e Marinhos (Ceclimar). Antes de explicar as características, o zoólogo destaca:
— Muitos falam que o nosso litoral é "sem graça", porque não se dão conta de que temos um cenário único no mundo, que tem uma variedade enorme de vegetação e fauna. Basta pegar um barco e andar de ponta a ponta que vai ver tudo isso. 

As características do mar gaúcho e as explicações, ponto a ponto: 

Água gelada: a temperatura do mar do RS é influenciada principalmente porduas correntes marinhas: a Corrente das Malvinas, oriunda das regiões polares, portanto com águas frias, e a Corrente do Brasil, que vem da região equatorial e é bem mais quente. Elas se encontram justamente na costa gaúcha, catarinense e uruguaia. No inverno, com as frentes frias e polares, a que vem do Sul ganha força e acaba vencendo a "briga das correntes". Assim, a água costuma ficarentre 14°C e 16°C. No verão acontece o inverso, e a temperatura sobe e até ultrapassa os 25°C. Ainda assim, a corrente fria continua influenciando e mais do no mar catarinense, por exemplo, pois quanto mais ao Norte, menos força tem a corrente das Malvinas.
Para afastar ainda mais os friorentos, o litoral gaúcho é retilíneo, ou seja, é uma linha de 622 quilômetros em que não há baías, morros ou penínsulas. Com isso, como não há “empecilhos”, os ventos têm influência muito forte e podem mudar o mar de uma hora para a outra – inclusive, esfriando-o. 
Chocolatão: os principais motivos que escurecem o mar gaúcho e que lhe renderam o incômodo apelido de “chocolatão” são: o deságue dos rios Mampituba e Tramandaí no mar e o aporte subterrâneo das lagoas costeiras, levando matéria orgânica e aumentando a proliferação de algas, que dão aspecto marrom e feio para a água salgada. 
Turbulência e muitas ondas em sequência: as ondas se formam por causa do vento e vão “quebrando” à medida que a profundidade reduz. Como no litoral gaúcho há muito vento e nenhuma “barreira” (como baías, morros ou penínsulas), o vai-e-vem da água fica mais intenso, e o mar fica turvo.
Muito repuxo: para o professor da UFRGS, a nossa fatia do mar não tem mais repuxo do que as demais. "O mar tem um ciclo, a água que vem, tem que voltar”, explica Moreno. É essa "volta" que chamamos de repuxo. Ela fica mais forte nas chamadas "correntes de retorno" ou "canais", muito conhecidos por surfistas, pois é nesses pontos da praia que eles adentram o mar, já que a onda que quebrou está voltando para o fundo e fica mais rápido de chegar lá. Banhistas e leigos, que devem evitar estes pontos, podem identificar os canais observando os locais onde há pouca espuma e uma aparente calmaria das ondas.
Muitos buracos e bancos de areia: mais uma vez, é uma característica da dinâmica da região, com poucas baías, rochas, e fortes ventos. Como eles vêm de norte, sul, noroeste, sudeste, etc., acabam remexendo muito o mar e, consequentemente, alteram o fundo arenoso também. 

Segundo relatório da Fepam, praias do Litoral Norte estão liberadas para banho

Sem paisagens paradisíacas, como matas e coqueiros: o motivo deve-se à maneira como a nossa costa foi formada, mas também tem influência humana. Devido às transgressões e regressões marinhas, ou seja, o aumento e a diminuição do nível do mar, foram criadas características únicas na região. Há 5 mil anos, o nível do mar era 5 metros mais alto do que é hoje e atingia toda a encosta da Serra (a região que vai de Osório a Tramandaí, por exemplo, estava embaixo d´água). Aqui predominou uma formação chamada de restinga e as vegetações que se adaptam a ela são espécies mais rasteiras, pois resistem à salinidade e ao vento da região. Fora isso, houve a devastação das florestas nativas para exploração da madeira e retirada das dunas para calçadões e prédios. Essas dunas servem (ou serviam) de proteção para todo o ecossistema. Como essa proteção natural foi retirada, além de prejudicar animais e plantas, abriu-se espaço para o vento levar sujeira e maresia, causando danos aos imóveis.
"Se tivessem deixado as dunas frontais e a vegetação associada, toda a manutenção dos imóveis à beira da praia, bem como o manejo de toda a areia que invade calçadões sairia muito mais barato para moradores, veranistas e prefeituras", alerta o professor. Uma saída, aponta Moreno, seria a construção de passarelas sobre as dunas, para preservar espécies ameaçadas de extinção que convivem lado a lado com turistas e moradores, como o tuco-tuco e a lagartixa-das-dunas. 
Muitos animais, como mãe d´água, baleia, golfinhos e pinguins: esse pode não ser um aspecto negativo, dependendo de como se enxerga. Segundo o zoólogo da UFRGS e pesquisador do Ceclimar, a costa gaúcha tem uma das maiores diversidades de animais marinhos do país e é a campeã em espécies de baleias, botos e golfinhos. Isso acontece justamente devido à influência das correntes tropical (do Norte) e polar (do Sul). Com isso, criam-se condições ideais para diversos animais, inclusive alguns sazonais, como a mãe d'água e o golfinho pintado do Atlântico (que utilizam a região somente no verão) e os pinguins, o lobo marinho e a baleia-franca-do-sul (só no inverno e primavera).
Fonte: zh.com
Mais informações »

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Motoristas têm até hoje para pagar IPVA com quase 30% de desconto


Após o feriadão de Ano-Novo, os motoristas têm até esta segunda-feira para o pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2016 com descontos de até 29,7%, ainda sem a atualização da Unidade de Padrão Fiscal (UPF), que deve ser reajustada em 10,3%. O benefício é só para aqueles que tiverem as vantagens dos programas Bom Motorista e Bom Cidadão. 


Os condutores que não receberam multas nos últimos três anos, terão dedução de 15%. Para quem não foi multado há dois anos, o índice é de 10% e quem ficou um ano sem infrações, o abatimento é de 5%. Ainda é possível conseguir descontos até março, mas com percentuais menores. Participantes do programa Nota Fiscal Gaúcha que acumularam ao menos 100 notas fiscais recebem ainda o abatimento de 5% do valor, independentemente da antecipação. Segundo a Secretaria Estadual da Fazenda, 576 mil contribuintes já teriam pago o IPVA, com arrecadação de R$ 410 milhões. A meta do governo estadual é arrecadar R$ 2,56 bilhões com o tributo. 

Diferentemente dos outros anos, quem não aproveitar os descontos será obrigado a pagar o IPVA em abril. O dia é definido pelo último número da placa. Junto com IPVA é possível pagar o licenciamento, o seguro obrigatório e as eventuais multas de trânsito. O licenciamento do veículo só ocorre com a quitação de todas obrigações.
Fonte: correiodopovo.com.br
Mais informações »

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

CHUVAS NO ESTADO HOJE, COM ALERTA DE TEMPORAIS


Centro de baixa pressão vai atuar sobre o Rio Grande do Sul e reforçará a instabilidade atmosférica ao longo desta quarta-feira, de acordo com a MetSul Meteorologia. O dia será de muitas nuvens no Estado com chance de chuva a qualquer hora na maioria das regiões. Existe o elevado risco de chover forte com altos volumes em curtos períodos em pontos isolados, não se afastando a possibilidade de temporais localizados com o ar quente e a queda da pressão atmosférica. Haverá intervalos de melhoria e em algumas áreas podem ocorrer aberturas. 



Com mais nuvens no céu e instabilidade, a temperatura se eleva menos, mas o abafamento segue. A máxima no Estado se aproxima da casa dos 30°C. Em Porto Alegre, num dia de sol e chuva, a temperatura varia entre 23°C e 28°C. 
Fonte: metsul.com
Mais informações »

Contato

Blog CAMAQUÃ.RS
Email: contato@camaqua.rs

Sobre o Blog

Este blog traz notícias da cidade de Camaquã e região, sua natureza, seu povo, seu comércio e tudo que é de interesse da população sempre com novidades e muita informação.
© Copyright http://www.camaqua.rs - Todos os direitos reservados